O Grande Hotel de Campos do Jordão é um excelente exemplo de que como a cidade turística da Serra da Mantiqueira consegue apresentar ofertas de turismo de qualidade ‘premium’. Situado em zona de montanha e rodeado por belíssimos jardins, o Grande Hotel se destaca por ser um hotel-escola, que nasceu em 1998 resultado de uma parceria entre o Governo do Estado de S. Paulo e o Senac São Paulo. Com essa iniciativa, foi possível recuperar um antigo e majestoso edifício, que havia sido um dos maiores e mais importantes de Campos do Jordão, e que se encontrava encerrado já há décadas.

Image result for Campos do Jordão: o 'Grande Hotel'O projeto havia começado em 1982 e pretendia ‘pegar’ num simbólico hotel-cassino dos anos 40 e recuperá-lo para o presente, já pensando em nosso século. O processo de reconstrução e readaptação foi longo, mas valeu a espera, pois o resultado final é incrível.

Hotel-escola

Os estudantes de turismo têm aqui a oportunidade de verificar na prática o que aprendem na teoria. O trabalho em equipe, a procura de soluções criativas e a interação prática entre alunos e professores são desenvolvidos e valorizados.

Ecoeficiência

Enquanto hotel-escola, o Grande Hotel dá o exemplo, sendo o primeiro a conscientizar os funcionários da necessidade de limitar a poluição e o desperdício de recursos causados pela atividade da casa. Todos os resíduos recicláveis são encaminhados para cooperativas locais, gerando um ganho ambiental e também econômico para a comunidade. Os resíduos não recicláveis são encaminhados para um aterro sanitário.

Bem-estar

O Health Club do hotel inclui hidromassagem, sauna seca e úmida, cascata turbilhão e ofurô e a possibilidade de mergulhar em piscinas cobertas e aquecidas. Quem quiser manter sua forma deverá passar pelo Fitness Center; para descansar e aproveitar o sol, basta se dirigir até o deck.

Um ícone de Campos

Pode afirmar-se que o Grande Hotel é novamente um ícone de Campos do Jordão, tal como foi depois de sua inauguração em 1944.